15 de mar de 2011

Templo LBV















Visitamos o Templo da LBV para matar a curiosidade, já que o lugar é considerado uma das sete maravilhas de Brasília

O Templo é interessante mesmo, além de contar toda a vida e as honrarias do fundador Paiva Netto, o espaço reúne pessoas que buscam energização e meditação de forma ecumênica.







O Templo da Boa Vontade é a maior construção piramidal do século XX, com 21 metros de altura. Todo de mármore branco, o templo é pólo do ecumenismo religioso e foi inaugurado em outubro de 1989 com a presença de 50 mil participantes.

É o monumento mais visitado de Brasília, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Distrito Federal (SDET). Em 20 anos, mais de 20 milhões de peregrinos do país e do mundo já visitaram o Templo da Paz.

A maior atração é, sem dúvida, o cristal de 21 kg e 14 cm, localizado no ápice da pirâmide. Responsável por captar a luz do sol para o interior da pirâmide, ele eleva a vibração do salão e faz um trabalho de cromoterapia.

Além desse espaço com o cristal, que é onde acontecem as meditações, também há os espaços anexos à pirâmide, a galeria de arte, o Memorial Alziro Zarur, a Sala Egípcia, o Salão Nobre, a lojinha de souvenir, os jardins subterrâneos e o Parlamento Mundial da Fraternidade Ecumênica, construído em 1994 para abrigar conferências da Legião da Boa Vontade (LBV).

A foto do cristal eu salvei do próprio site da LBV (www.tbv.com.br), já que quando avistamos a pirâmide, lá de baixo, ele parece bem pequeno, pois ela é bem alta, claro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário