11 de fev de 2011

Memorial JK

Fomos visitar o Memorial JK, um dos pontos turísticos mais famoso de Brasília. É história pura, muito interessante, por mais que sabemos como foi a construção da capital, ver os detalhes, projetos, documentos fotos e conhecer a vida do seu fundador é fantástico, como voltar no tempo.

O projeto arquitetônico do memorial é do Oscar Niemeyer e a ideia foi da Sarah Kubitschek, esposa do fundador.

O lugar é lindo por fora e por dentro. Espaços muito bem planejados, iluminados e organizados armazenam documentos, livros, homenagens, roupas do ex-presidente, maquetes, os projetos e primeiros rabiscos de Brasília. Não podemos tirar fotos dentro do memorial, há monitores (vestidos todos de branco, conforme projeto do Niemeyer) em todas as salas e espaços, eles acompanham os visitantes e explicam algumas coisas sobre os livros, obras...









O Memorial JK localiza-se na Praça do Cruzeiro, bem perto da minha casa, um dos pontos mais altos da cidade. O local foi escolhido porque em 1957 foi realizada a primeira missa de Brasília.

Na entrada, um monumento de granito negro, reproduz a frase do Presidente Juscelino: "Tudo se transforma em alvorada nesta cidade que se abre para o amanhã." Todos os dias, três bandeiras ficam hasteadas: do Brasil, do Distrito Federal e de Minas Gerais.









O lugar mais lindo e impactante é câmara mortuária, sala com os restos mortais de JK. O lugar é escuro com um vitral grande, vermelho, com um anjo, feito pela artista Marianne Peretti. É impressionante e lindo! A luminosidade solar entra pela abertura de uma cúpula arredondada que se vê de fora. Segue uma foto que consegui na internet, não lembro o endereço (desculpa), mas é isso, eu tinha que colocar essa foto para mostrar. Eu fiquei sem palavras, a primeira vontade é de tirar foto, mas depois vem o sentimento de respeito que devemos ter em qualquer lugar que abrigue os restos mortais de alguém...desisti da foto e fiquei contemplando o espaço.

Dados: Com 25.000m2, o edifício do Memorial ocupa espaço correspondente a 1/5 do seu total, o que empresta grandeza e magnitude à obra. Os espelhos d'água, as rampas de acesso, o verde do gramado e dos jardins que emolduram o edifício monumental, todo em mármore branco, dão-lhe beleza plástica e dignidade condizentes com suas finalidades. Um pedestal de concreto armado, medindo 28m de altura, encimado por uma estrutura, também em concreto, sustém e protege, como mão em forma de concha, a estátua do Presidente Juscelino que acena para a cidade que construiu. Obra de Honório Peçanha, esta estátua, feita em bronze, mede 4,50m e pesa 1.500 quilos. À entrada do Memorial, 4 espelhos d'água, em diferentes níveis, cascateiam, dando-lhe extraordinária beleza e dimensão. Informações do site oficial www.memorialjk.com.br (se interessar pela vida desse visionário, entre e veja mais detalhes da sua história, fotos da época, projetos, etc).

1 de fev de 2011

A Torre mais famosa da capital

Vamos começar por um lugar que não é tão famoso para quem não mora em Brasília, a Feira da Torre, um dos lugares mais visitados nos fins de semana (segundo o site da secretaria de turismo, é o 5º lugar mais visitado da cidade). Tem todo um charme de ferinha meio hippie, meio afro, muitos artesanatos, comidas baianas, móveis rústicos (adoro), uma praça com fonte luminosa, com águas que dançam conforme o ritmo e, claro, a Torre.

Com quase 40 anos de existência, a feira é uma das paradas obrigatórias para o turista. O elevador da Torre trabalha sem parar, lá de cima a vista é linda, vemos Plano Piloto de Lúcio Costa, como nas imagens aéreas que aparecem em filmes.

É um dos espaços mais democrático de Brasília, um dos lugares favoritos para passeios dos moradores das cidades satélites e também do Plano Piloto. Muitas pessoas vão com seus filhos para brincar no gramado que existe em volta ou mesmo na praça da fonte, que fica ao lado. É um lugar perfeito para ficar sentado na grama, conversando, namorando, brincar com pipas e passar uma tarde diferente.

Ainda este ano, a Feira vai mudar de lugar, o novo lugar com barracas mais organizadas já está pronto e fica ao lado da torre, não mais no seu pé! Alguns dizem que vai perder o charme, não sei avaliar ainda, mas com certeza ficará mais organizada e mais confortável para os expositores.

Informações técnicas: A Torre é um projeto de Lúcio Costa, com 224m de altura, é local de visita é uma plataforma a 75m do chão, com capacidade para 150 pessoas. Numa plataforma mais baixa, a 25m de altura, fica o Museu de Gemas. A Torre de TV fica no Eixo Monumental. A Feira e o Mirante funcionam aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h45. Os dados são do site da EMBRATUR.